Curso Livre 2020
"A Miséria Brasileira Através do Cinema"
Trabalho e Capitalismo no Brasil
Coordenação-geral: Prof. Dr. Giovanni Alves (UNESP)
 
 
 
Cena do Filme "Terra em Transe" de Glauber Rocha (1967)
 
O Que é a "Miséria Brasileira"?
 
Entendemos a “miséria brasileira”, utilizando (e ampliando) a fórmula marxiana de “miséria alemã”, como sendo a determinação particularizadora para o capital e capitalismo de via colonial-escravista no Brasil, que se caracteriza pela produção e reprodução do atraso e do anacronismo remanescente em todos os âmbitos da vida, desde as relações materiais de produção e intercâmbio até as correspondentes formas políticas de luta de classes e principalmente, as condições sociais, culturais, subjetivas e psicológicas. No seu processo de modernização, a sociedade brasileira é forçada a combinar o arcaico e o moderno, o historicamente velho e o historicamente novo, articulando defeitos civilizados com defeitos bárbaros do capital atrófico (como diria José Chasin). A idéia é apreender através do cinema brasileiro, a alma do Brasil; ou o sentido (e a forma) dos traços visíveis do arcaísmo moderno da civilização brasileira. A “miséria brasileira”, como movimento de esforço do capital incompletável para alcançar a situação moderna por meio de surtos de “modernização conservadora”, deixou seu rastro no plano estético do cinema nacional. Nosso objetivo é identifica-los nas narrativas fílmicas, compostas por personagens típicos, situações de vida e posições de classe permeadas pelo ethos conservador e tradicionalista; e pelos afetos profundos da alma brasileira (medo, culpa, inveja e ciúme). Do mesmo modo que Siegrid Kracauer - no livro “De Caligari a Hitler” - analisou os filmes alemães para entender a alma alemã pré-Hitler, abriremos – no limite do possível - um espaço de reflexão de análise crítica dos filmes do cinema brasileiro, visando entender a alma do povo, classe média e classes dominantes do Brasil na sua etapa de modernização conservadora.  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso Experimental - 2020
"A Miséria Brasileira Através do Cinema"

​Inicio: 21 de Agosto de 2020

Término: 11 de dezembro de 2020

 
Acesse a Aula nos locais: 

Canal do Tela Crítica no You Tube. 

Página do Tela Critica no facebook




Eis a Programação do Curso 2020

ATENÇÃO: Para acessar as AULAS do curso, basta clicar no nome:


Dia 21 de agosto  – sexta, 17 horas.
Aula 1:
O conceito de “miséria brasileira”


Dia 4 de setembro – sexta, 17 horas
Aula 2: 
"Brasa Dormida", de Humberto Mauro (1928)



Dia 18 de setembro – sexta, 17 horas
Aula 3: 
São Paulo, Sinfonia da Metropóle (1929)

 
Dia 2 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 4:
Limite, de Mário Peixoto (1931)

 
Dia 16 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 5: 
O Ébrio, de Gilda de Abreu (1936)

 
30 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 6: 
Tico-Tico no Fubá, de Adolfo Celi (1946)

 
 
13 de novembro – sexta, 17 horas
Aula 7: 
Sinhá Moça, de Tom Payne e Oswaldo Sampaio (1953)

 
27 de novembro – sexta, 17 horas
Aula 8: 
O Cangaceiro, de Lima Barreto (1953)

 
11 de dezembro – sexta, 17 horas
Aula 9:
 Floradas na Serra, de Luciano Salce (1954)
 
 
Coordenação-geral: Prof. Dr. Giovanni Alves (UNESP/RET/Tela Crítica)

ELEGANTE

© 2023 Por Skyline.