Curso Livre 2020
"A Miséria Brasileira Através do Cinema"
Trabalho e Capitalismo no Brasil
Coordenação-geral: Prof. Dr. Giovanni Alves (UNESP)
 
 
 
Cena do Filme "Terra em Transe" de Glauber Rocha (1967)
 
O Que é a "Miséria Brasileira"?
 
Entendemos a “miséria brasileira”, utilizando (e ampliando) a fórmula marxiana de “miséria alemã”, como sendo a determinação particularizadora para o capital e capitalismo de via colonial-escravista no Brasil, que se caracteriza pela produção e reprodução do atraso e do anacronismo remanescente em todos os âmbitos da vida, desde as relações materiais de produção e intercâmbio até as correspondentes formas políticas de luta de classes e principalmente, as condições sociais, culturais, subjetivas e psicológicas. No seu processo de modernização, a sociedade brasileira é forçada a combinar o arcaico e o moderno, o historicamente velho e o historicamente novo, articulando defeitos civilizados com defeitos bárbaros do capital atrófico (como diria José Chasin). A idéia é apreender através do cinema brasileiro, a alma do Brasil; ou o sentido (e a forma) dos traços visíveis do arcaísmo moderno da civilização brasileira. A “miséria brasileira”, como movimento de esforço do capital incompletável para alcançar a situação moderna por meio de surtos de “modernização conservadora”, deixou seu rastro no plano estético do cinema nacional. Nosso objetivo é identifica-los nas narrativas fílmicas, compostas por personagens típicos, situações de vida e posições de classe permeadas pelo ethos conservador e tradicionalista; e pelos afetos profundos da alma brasileira (medo, culpa, inveja e ciúme). Do mesmo modo que Siegrid Kracauer - no livro “De Caligari a Hitler” - analisou os filmes alemães para entender a alma alemã pré-Hitler, abriremos – no limite do possível - um espaço de reflexão de análise crítica dos filmes do cinema brasileiro, visando entender a alma do povo, classe média e classes dominantes do Brasil na sua etapa de modernização conservadora.  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso Experimental - 2020
"A Miséria Brasileira Através do Cinema"
 
O conceito de "miséria brasileira" e o cinema nacional
Iremos fazer - duas vezes por mês - a análise crítica de filmes brasileiros visando elaborar os primeiros elementos para a interpretação do Brasil. No módulo experimental que desenvolveremos no 2o. semestre de 2020, pretendemos fazer a discussão do conceito de "miséria brasileira" que deve permear a análise crítica dos filmes nacionais. Iremos convidar como colaboradores do projeto do curso para discussão, na fase experimental, professores, pesquisadores e analistas do cinema. 

​Inicio: 21 de Agosto de 2020

Término: 11 de dezembro de 2020

 
Acesse a Aula nos locais: 

Canal do Tela Crítica no You Tube. 

Página do Tela Critica no facebook



​​​A Proposta

​Iremos fazer - duas vezes por mês - a análise crítica de filmes brasileiros visando elaborar os primeiros elementos para a interpretação crítica do Brasil.

No módulo experimental que desenvolveremos no 2o. semestre de 2020, pretendemos fazer a discussão do conceito de "miséria brasileira" que deve permear a análise crítica dos filmes nacionais.

Iremos convidar como colaboradores do Projeto Tela Crítica, professores e pesquisadores que devem contribuir com nosso esforço interpretativo.

Em primeiro lugar, o aluno deve assistir o filme - todos disponíveis no You Tube - e depois, anotar questionamentos sobre o filme, estrutura narrativa, personagens e elementos capazes de fornecer reflexões críticas sobre a realidade brasileira e a história da formação brasileira.

É importante cada aluno participar com perguntas no chat da live. A participação enriquece o debate. 

As atividades de aula deve acontecer por meio de lives a serem transmitidas para o canal do Tela Crítica no You Tube e a página do Tela Crítica do facebook, das 17:00 h às 19:00 h nas datas estipuladas abaixo.

Depois, o vídeo da live deve ficar disponível para aqueles inscritos que não puderem assistir em tempo real.

Devemos analisar 8 filmes do cinema nacional.


As sessões de discussão do filme devem ter como expositor, o professor e um ou dois debatedores a serem convidados. 
 

Eis a Programação do Curso 2020

ATENÇÃO: Para acessar os filmes, basta clicar no nome:

Dia 21 de agosto  – sexta, 17 horas.
Aula 1: O conceito de “miséria brasileira”

Dia 4 de setembro – sexta, 17 horas
Aula 2: "Brasa Dormida", de Humberto Mauro (1928)


Dia 18 de setembro – sexta, 17 horas
Aula 3: São Paulo, Sinfonia da Metropóle (1929)
 
Dia 2 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 4: Limite, de Mário Peixoto (1931)
 
Dia 16 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 5: O Ébrio, de Gilda de Abreu (1936)
 
30 de outubro – sexta, 17 horas
Aula 6: Tico-Tico no Fubá, de Adolfo Celi (1946)
 
 
13 de novembro – sexta, 17 horas
Aula 7: Sinhá Moça, de Tom Payne e Oswaldo Sampaio (1953)
 
27 de novembro – sexta, 17 horas
Aula 8: O Cangaceiro, de Lima Barreto (1953)
 
11 de dezembro – sexta, 17 horas
Aula 9: Floradas na Serra, de Luciano Salce (1954)
 

Haverá entrega de Certificados de Participação assinados pela RET/TELA CRÍTICA.

​​​Todos os inscritos com 75% de frequência habilita-se a receber Certificado de Participação.

Para marcar a presença, deve-se assistir a live e escrever no painel do chat: NOME COMPLETO e CIDADE/ESTADO.
 
Em 2021 - 2022 daremos prosseguimento à discussão da seguinte forma:
PROGRAMA DO CURSO LIVRE 2021-2022
Parte 1
A Ascensão
Módulo 1:
Do Nacional-Desenvolvimentismo Ao AI-5

(1954-1969)
1o. semestre de 2021

Módulo 2:
Da Ditadura Militar à Redemocratização

(1970-1984)

2o. semestre de 2021
Parte 2
A Queda

Módulo 3:
Da Nova República Ao Neoliberalismo

(1985-2002)

1o. semestre de 2022

Módulo 4:
Do Neodesenvolvimentismo à Barbárie Social
(2003-2020)
2o. semestre de 2022
Este será o mais completo (e longo) esforço crítico para conhecer o Brasil através do cinema utilizando-se a metodologia Tela Crítica. Nosso objetivo é a formação da consciência crítica do Brasil a partir do cinema brasileiro. O Brasil precisa conhecer o Brasil. A Sétima Arte pode contribuir para apreendermos o conceito de "miséria brasileira" e termos uma perspectiva histórica da ascensão e queda da civilização brasileira. 
Coordenação-geral: Prof. Dr. Giovanni Alves (UNESP/RET/Tela Crítica)

ELEGANTE

© 2023 Por Skyline.